Ninguém entende nada de arte

Temos uma mania chata e, sem o menor sentido, de achar que vamos para exposições de arte pra entender sobre alguma coisa. Como se a arte trouxesse a resposta de alguma coisa, mas ela não tem uma resposta nem sobre ela mesma.Queremos a resposta de tudo, porque tudo tem que ter uma explicação. A arte que retrata a beleza, as minuciosidades da vida e a realidade parecem simples de serem entendidas. Você sai com a sensação de que, tudo bem, esse artista é ótimo e a experiência de sair de casa pra ver arte se concluiu. Mas, quando você se depara com uma arte que te faz questionar, você quer se trancar num quarto escuro e esquecer que a vida existe, porque ela te coloca em contato com o sentido da vida e te mostra mais uma vez que você não entende nada. Você não faz a menor ideia de por que existe, quem é você e o que faz aqui. Você odeia não entender nada sobre a obra, porque se sente desafiado. As obras que você não entende nada te colocam à frente desse abismo, que, eu sinto te informar, mas é o seu próprio abismo.

Se a gente tivesse um olhar mais limpo sobre a arte, estaríamos mais abertos pra ela. Se a gente não tiver medo de se olhar mais de perto, a arte desperta uma sensação de total pertencimento. Quando você se abre inteiro pra uma obra, se colocando no mesmo estado em que o artista estava quando a criou, essa sensação de vazio, some. Você se sente parte daquilo. Não é necessário saber mais nada. Existir basta. É o que o mundo tem tentando nos dizer, mas a gente quer aquilo que se explica. A gente quer o tátil, mas o invisível é essencial aos olhos.

Eu só comecei a realmente apreciar a arte quando eu me livrei dessa ideia de que precisamos entender sobre arte. A verdade é que ninguém entende nada. Gosto de chegar nas exposições sem saber o que esperar. Cada obra tem seu tempo. Algumas me tocam, outras me fazem querer ficar olhando pra elas por 10 minutos estaticamente, outras tem um teor histórico muito alto, que me fazem ficar vidrada. Nenhuma delas me traz respostas. Até a arte bonita e não provocativa me provoca. Tento olhar para elas sem nenhum julgamento e deixar ela falar por si só. Mas por que você gostou dessa obra de arte? E eu nunca vou saber te explicar, porque tem sentimento que não se explica. Sua conexão com a arte não é pra ser explicada. É pra ser sentida. Sem preconceitos, sem ser porque alguém falou que tal artista tá na moda, e sem ser pra tentar entender. A arte é muito pessoal e não precisa ter técnica e nem estudo nenhum pra apreciá-la. A arte é livre porque é muito mais interna do que externa.

Dentro da arte a gente descobre um mundo de possibilidades onde não existe o certo e nem o errado. Se foi assim que você viu, então é assim que é. As interpretações são muitas, ainda bem! Você pode criar e ser o que quiser dentro desse mundo. A arte não foi feita pra ser entendida, mas sim para que a gente se questione e entenda melhor sobre nós mesmos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s